Aquisição do seu equipamento

Ao comprar o filtro e a motobomba para sua piscina, verifique o manual de instalação junto com a empresa fabricante. Um profissional especializado deve ser contratado para fazer o serviço de instalação dos equipamentos, que deve seguir as normas da ABNT quanto ao dimensionamento das bitolas das tubulações da piscina, entre outros critérios técnicos. A instalação é feita no local chamado casa das máquinas, um local preferencialmente seco, ventilado e livre de problemas que diminuem a vida útil dos equipamentos.

Algas e Bactérias

As algas são os fatores que mais causam reclamações dos proprietários de piscinas ou dos encarregados de limpá-las. Ao contrário do que muitos pensam, elas não causam doenças, mas fornecem nutrientes que alimentam as bactérias – e essas, sim, transmitem-nas. Além disso, com as algas presentes na água da piscina, o cloro é usado rapidamente para combater seu crescimento. Esse processo tende a elevar o nível do pH, diminuindo a eficiência do restante do cloro livre da piscina. Ou seja, uma bagunça! E como saber se há algas na sua piscina? Simples! A água começa a esverdear, ficar turva e a apresentar odor indesejável. E o pior é que elas podem resistir ao tratamento, se este for feito de forma inadequada. Se você quiser se livrar das algas e voltar a ver uma água cristalina na sua piscina, fique sempre atento aos níveis de alcalinidade e pH. Afinal, se eles estiverem acima ou abaixo da média ideal, o seu cloro será consumido rapidamente, o que causará o aparecimento das algas. E se você já mantém essas análises sempre em dia, comece a usar um algicida em sua manutenção semanal para ajudar na prevenção do aparecimento desses seres. E se você já mantém essas análises sempre em dia, comece a usar um algicida em sua manutenção semanal para ajudar na prevenção do aparecimento desses seres.
(fonte: http://www.hth.com.br)
Água Esverdeada

Uma piscina que aparenta água esverdeada pode até agradar o gosto estético de algumas pessoas, mas não é recomendável para a sua saúde!

A causa para o esverdeamento da água pode ser dada pela presença de algas ou a falta de tratamento e manutenção da sua piscina.

Água Gordurosa

A água da piscina pode apresentar, algumas vezes, uma aparência gordurosa e aspecto pegajoso.
No verão, é muito comum isso acontecer, por causa do uso excessivo de bronzeadores e protetores solar, além da presença de fuligem na água.
O funcionamento inadequado ou ausência do skimmer, a coadeira do filtro, também podem deixar a superfície da água oleosa.
Água Leitosa
Uma aparência leitosa ou uma coloração esbranquiçada na água são características de turbidez.

CAUSAS PROVÁVEIS E SOLUÇÕES:

– Areia do filtro saturada. A qualidade e quantidade da areia do filtro devem ser verificadas uma vez por ano. Como não é fácil para identificar a qualidade da areia, sugiro que você consulte um técnico em tratamento de piscinas para verificação.

– Tempo de filtração inadequado. O tempo para filtração no verão deve ser de no mínimo, 6 horas diárias.

– Alcalinidade e pH acima dos parâmetros recomendados. Alcalinidade (80-120 ppm) e pH (7,0 a 7,4).

– Falta de cloro. Verifique se o nível de cloro livre está entre 1 e 3 ppm.

– Falta e ou excesso de uso do clarificante. O recomendável é utilizar 1,5 ml/m³ semanalmente.

– Excesso de ácido cianúrico. Geralmente provocado devido a utilização de cloros estabilizados ou orgânicos. Neste caso, interrompa imediatamente o tratamento com este produto e drene aproximadamente 30% da água. Em seguida, complete o nível de água piscina e inicie um tratamento com de 4g /m³ do hth Cloro Granulado.

Como Executar a Limpeza

O primeiro passo é limpar a área ao redor da piscina. É preciso varrer sempre no sentido oposto ao da piscina. Isso evitará que a sujeira caia dentro da água e, consequentemente, prejudique seu tratamento. Caso ela esteja coberta com lona, eliminar o máximo de água que ficou acumulada em cima da proteção bem como toda sujeira que se depositou. Nunca jogar a sujeira acumulada dentro da piscina.
Quando necessário, escove as paredes da piscina e nunca utilize palha de aço, escovas metálicas e esponjas abrasivas. A seguir, limpar as bordas da piscina usando um Limpa Bordas apropriado . Basta colocar o Limpa Bordas em uma esponja macia e não abrasiva e esfregar as áreas a serem limpas até a remoção da sujeira.
Depois é só enxaguar essas áreas com a própria água da piscina. Não se preocupe com a sujeira que caiu na água devido a esse procedimento. O Limpa Bordas é biodegradável e possui pH neutro. É importante lembrar que somente produtos destinados a esse fim devem ser utilizados. Verificar todo seu equipamento para ter certeza que está tudo em ordem. Não esquecer de limpar o Skimmer (ou coadeira) se houver e o pré-filtro.